quinta-feira, 27 de janeiro de 2011


"As palavras faladas sempre foram, para mim, difíceis
Eu odeio a inércia, seja ela minha ou alheia
Os dias frios são mais agradáveis
Meu pensamento corre mais que meus pés
Para você, minha fuga pode parecer futilidade
Mas, para mim, a futilidade é a fuga
Café expresso
Casaco
Romantismo é ser moderno
Algumas pessoas se tornaram insuportaveis
Outras, eu nem sei o que aconteceu
Me sinto mais sozinha a cada dia
Sentimentos me incomodam
Prefiro desejar, é mais simples que sentir
Meu coração dói
Meu corpo questiona
Espero as mudanças
E quando elas chegam, eu sofro
Começa tudo de novo, meu mundo cai
Eu não sei quem sou"

Nenhum comentário:

Postar um comentário